Sugestões de filmes

Sugestões de filmeshttp://www.pedagogiaparaconcurseiros.com.br/2016/03/05/filmes-psicologia-educacao/

1. ADAM (2009)

ASSUNTO: Síndrome de Asperger

SINOPSE: Adam, um rapaz com síndrome de asperger, é apaixonado por astronomia, e passa a morar sozinho após a morte do pai. Tem um único amigo para apoiá-lo, Harlan. O filme trata do seu relacionamento com uma nova vizinha, a professora Beth. Foi escrito e dirigido por Max Mayer, que teve a ideia quando ouviu uma entrevista de um homem que sofria da doença. Foi premiado no Sundance Film Festival e no Method Fest Independent Film Festival do ano seguinte.

2.A MENINA NO PAIS DAS MARAVILHAS (2008)

ASSUNTO: Síndrome de Tourette ou doença de Gilles de la Tourette, Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)

SINOPSE: Phoebe Lichten (Elle Fanning) sonha em participar da peça “Alice no País das Maravilhas”, que será encenada na sua escola, mas é sempre rejeitada pelos colegas de classe. Isto faz com que seu comportamento piore cada vez mais, preocupando seus pais, Hillary (Felicity Huffman) e Peter (Bill Pullman). Eles tentam ajudar a filha, mas Phoebe prefere se esconder em suas fantasias. Aos poucos, ela passa a confundir a realidade com seus sonhos.

 

5.GÊNIO INDOMÁVEL – 1997

ASSUNTO: Altas habilidades/superdotação

SINOPSE: Em Boston, um jovem de 20 anos (Matt Damon) que já teve algumas passagens pela polícia e é servente de uma universidade, revela-se um gênio em matemática e, por determinação legal, precisa fazer terapia, mas nada funciona, pois ele debocha de todos os analistas, até se identificar com um deles.

6. MEU NOME É RADIO (2003)

ASSUNTO: Deficiência mental, intelectual, inclusão

SINOPSE: Filme inspirado em fatos reais, ocorrido em 1976 na cidade de Anderson, Carolina do Sul, sobre o treinador de futebol americano do Instituto T.L. Hanna, Harold Jones (Ed Harris), e um jovem com deficiência mental, James Robert Kennedy, conhecido pelo nome Radio, interpretado por Cuba Gooding J.

7. NÃO SOU EU, EU JURO! (2008)

ASSUNTO: Formação da personalidade, comportamentos agressivos, problemática familiar, psicoses e impulsos infantis ao suicídio

SINOPSE: Léon Doré (Antoine L’Écuyer) tem dez anos de idade, muitos problemas e uma imaginação extremamente fértil. Seus pais vivem brigando e seus irritantes vizinhos sempre passam o verão na praia. Há ainda Léa (Catherine Faucher), a dona da razão. No verão de 1968 a mãe de Léon pede o divórcio e decide começar uma nova vida na Grécia. Desolado, o menino faz de tudo para esquecer a dor: bagunça a casa dos vizinhos, mente a todo momento, ignora as aulas e se apaixona.

8.O AVIADOR  (2004)

ASSUNTO: Transtorno Obsessivo Compulsivo (Toc)

SINOPSE: O Aviador conta a historia de Howard Hughes (Leonardo DiCaprio), um homem apaixonado por aviões e cinema, que ao longo de sua carreira, tenta juntar as duas paixões. Ele herdou aos 18 anos uma grande herança de seu pai, que foi investida em seu sonho: fazer filmes com aviões desenhados por ele mesmo. O filme mostra a vida de Hughes a partir dos anos de 1920 até 1940. Fascinadopor mulheres, tem alguns relacionamentos durante o filme. Além disso, mostra um problema que Howard possui que o leva a se isolar, o “toc”.

9. PELOS OLHOS DE MAISIE (2012)

ASSUNTO: Separação, alienação parental.

SINOPSE: Em meio ao conturbado divórcio dos pais, Maisie (Onata Aprile), uma garotinha de sete anos, tenta entender o que se passa. De um lado a mãe, Susanna (Julianne Moore), uma estrela do rock. Do outro o pai, Beale (Steve Coogan), um influente galerista. Unindo os dois, a menina, que logo descobre um novo significado para a palavra “família”.

10. PRECISAMOS FALAR SOBRE O KEVIN(2012)

ASSUNTO: Psicopatia infantil

SINOPSE: Eva (Tilda Swinton) mora sozinha e teve sua casa e carro pintados de vermelho. Maltratada nas ruas, ela tenta recomeçar a vida com um novo emprego e vive temorosa, evitando as pessoas. O motivo desta situação vem de seu passado, da época em que era casada com Franklin (John C. Reilly), com quem teve dois filhos: Kevin (Jasper Newell/Ezra Miller) e Lucy (Ursula Parker). Seu relacionamento com o primogênito, Kevin, sempre foi complicado, desde quando ele era bebê. Com o tempo a situação foi se agravando mas, mesmo conhecendo o filho muito bem, Eva jamais imaginaria do que ele seria capaz de fazer.

11. QUASE UM SEGREDO-MEAN CREEK (2004)

ASSUNTO: Bullying

SINOPSE: Sam (Rory Culkin) e Rocky (Trevor Morgan) são irmãos e vivem em uma pequena cidade do Oregon, nos Estados Unidos. Volta e meia Sam é atacado por George (Josh Peck), o valentão da escola. Um dia os irmãos armam um plano para se vingar dele, levando-o em um passeio de barco juntamente com dois amigos de Rocky e a namorada de Sam. A idéia é que ao fim do passeio George seja humilhado pelos irmãos, mas a situação foge completamente do controle dos garotos.

12. SEI QUE VOU TE AMAR (2008)

ASSUNTO: Autismo e Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)

SINOPSE: Thomas Mollison é um jovem de 16 anos que quer apenas ter uma vida normal. Seu irmão mais velho, Charlie, tem autismo e TDAH e o funcionamento de toda sua família gira em torno de lhe oferecer um ambiente de vida seguro. Ao se mudar para uma nova casa e uma nova escola, Thomas conhece Jackie Masters e começa a se apaixonar por ela. Quando sua mãe fica confinada na cama devido à gravidez, Thomas então deve assumir a responsabilidade de cuidar de seu irmão, o que pode custar a sua relação com Jackie, especialmente quando isso desencadeia um violento confronto na família em sua festa de aniversário.

13. TEMPLE GRANDIN (2010)

ASSUNTO: Autismo

SINOPSE: Cinebiografia da jovem autista Temple Grandin (Claire Danes) que tinha sua maneira particular de ver o mundo, se distanciou dos humanos, mas chegou a conseguir, entre outras conquistas, defender seu doutorado. Com uma percepção de vida totalmente diferenciada, dedicou-se aos animais e revolucionou os métodos de manejo do gado com técnicas que surpreenderam experientes criadores e ajudaram a indústria da pecuária americana.

14.TOMBOY (2011) 

ASSUNTO: Questões de Gênero

SINOPSE: “Tomboy” é a denominação dada para meninas que gostam de agir como meninos. No filme da diretora Céline Sciamma (Lírios D’Água), Laure é uma menina de dez anos, que muda de casa constantemente, em decorrência do trabalho do pai. Ao ir para uma nova residência ainda nas férias, ela faz amizade com uma grande turma de garotos da vizinhança, mas se apresenta como Mikael. Isso faz com que ela se aproxime de Lisa, a única menina do grupo. Não demora até que Lisa caia em amores por Mikael, mas as férias estão para acabar e Laure não sabe como fará para manter seu segredo.

 

 

extras

Nise: O Coração da Loucura

Roberto Berliner – Brasil, 2016

A fronteira entre loucos e sãos permanece embaralhada, com contornos trazidos de acordo com a conveniência, principalmente se o objetivo for a exclusão de alguém que é diferente. A psiquiatra alagoana Nise da Silveira foi pioneira e revolucionária ao propor um tratamento humanizado de pacientes psiquiátricos, trazendo novas perspectivas a partir da arte. Faltava um filme que levasse a dimensão do seu trabalho ao conhecimento de mais pessoas, e Nise de fato consegue essa divulgação de forma bastante sensível, com Gloria Pires interpretando a alagoana. “Ninguém suporta pessoas que dão respostas inadequadas para as solicitações da vida. Queremos elas o mais longe possível”, lamentou o diretor, Roberto Berliner, em entrevista ao HuffPost Brasil durante o lançamento do filme. Durante as quase duas horas da cinebiografia de Nise, a loucura deixa de ocupar seu lugar marginal.

Se Enlouquecer Não se Apaixone (It’s Kind of a Funny Story)

Anna Boden e Ryan Fleck – EUA, 2010

Este belo filme mostra como o suicídio pode levar à redescoberta do desejo de viver. Craig é um adolescente com depressão que não encontra saída para seu sofrimento e resolve buscar ajuda em um hospital psiquiátrico. Como os EUA tanto gostam, essa é uma comovente história de segunda chance, mas sem as pieguices costumeiras. Viola Davis e Lauren Graham (a eterna Lorelai, de Gilmore Girls) têm atuações pequenas, mas bastante notáveis. Além disso, há uma maravilhosa cena ao som do clássico Under Pressure. O filme é baseado no livro homônimo de Ned Vizzini, que passou por uma internação psiquiátrica para tratar da depressão. Lançada em 2006, a publicação foi bastante elogiada por público e crítica.

Dançando em Silêncio (Dancing Quietly)

Philipp Eichholtz – Alemanha, 2017

Neste filme bastante despretensioso, acompanhamos alguns dias da vida de Luca, uma jovem que está superando uma depressão que a abalou por anos. A moça traz humor, apatia e melancolia em medidas variadas, com uma interpretação graciosa de Martina Schöne-Radunski. É um filme sobre superação, mas sem os fogos de artifício e a superficialidade que comumente eclipsam o doloroso e particular processo de lidar com o sofrimento.

The Mask You Live In

Jennifer Siebel Newsom – EUA, 2015

Que preconceitos, repressões e crueldades se escondem por trás das palavras de ordem “seja um homem”? Este documentário aborda frontalmente os prejuízos de uma cultura que não permite que os homens lidem com suas fraquezas e vulnerabilidades em nome de uma “assegurada masculinidade”. Depoimentos de crianças, adolescentes, atletas e detentos dialogam com reflexões propostas por diferentes profissionais, de técnicos de times a psicólogos. O filme se propõe a criticar a sociedade norte-americana, mas sabemos que a análise serve bem aos brasileiros. É um pungente retrato sobre emoções represadas e as dolorosas consequências disso.

Homem Irracional (Irrational Man)

Woody Allen – EUA, 2015

Woody Allen tem na bagagem algumas décadas de filmes dedicados à exploração da mente humana, e nesta obra ele avança seu questionamento sobre a moralidade. Emma Stone e Joaquin Phoenix estrelam essa comédia de tintas sombrias. Ele é um professor de filosofia que se vê à tona com as infinitas possibilidades do acaso – uma dessas possibilidades, porém, mostra que tudo na vida tem um limite.

Quando te Conheci (Equals)

Drake Doremus – EUA, 2015

Nesta distopia, as pessoas convivem pacificamente e supostamente não têm necessidades em um mundo completamente igualitário. As emoções são banidas e consideradas uma doença sem cura. Mas esse arranjo visivelmente purista fica completamente abalado quando Nia (Kristen Stewart) e Silas (Nicholas Hoult) descobrem o amor. O amor proibido é um tema super-explorado no cinema, mas as sutilezas neste filme o diferenciam e se encarregam de nos dar uma experiência tão amarga quanto bonita.

Life, Animated

Roger Ross Williams – EUA, 2016

Somos seres da linguagem e, por meio dela, pudemos ser criativos nas mais impossíveis situações ao longo da hHistória. Quando a linguagem encontra mais percalços do que comunicação, como ocorre nos casos de transtorno do espectro autista, é grande a angústia. Mas isso não significa que deva ser definitiva. Aí entra a poderosa reinvenção dos seres humanos. Este documentário traz a comovente história de Owen Susking, que aos três anos parou de falar e recebeu o diagnóstico de autismo. Muitos especialistas se debruçaram sobre sua condição, mas foram os filmes da Disney que ressignificaram a relação de Owen com o mundo, retirando sua existência do silêncio. Diferentemente dos moralismos existentes nesses filmes, o documentário mostra as dificuldades reais na vida de Owen, o que deixa a narrativa ainda mais afetuosa.

O Começo da Vida

Estella Renner – Brasil, 2016

Este delicado documentário vai às origens da vida para mostrar como nossa sociedade atual repercute os primeiros meses de cada ser humano que aqui habita. A diversidade de maneiras com que podemos existir no mundo reflete os cuidados (ou a ausência deles) que recebemos naquele período de total dependência. Os depoimentos vêm de ângulos diferentes, como pais, educadores, profissionais psi, ativistas e pesquisadores, o que enriquece a discussão.

11. “Um Estranho no Ninho”

Divulgação

Jovens e adultos merecem ver esse clássico do cinema. O filme mostra quando o personagem Randall McMurphy vai parar em um manicômio e muda completamente o jeito que as pessoas vêem a loucura e as problemas de saúde mental. Atente para a atuação primorosa de Jack Nicholson.

 

1. Philomena

 

4. Na Natureza Selvagem


 

6. O Lugar Onde Tudo Termina

7. Coisas Que Perdemos Pelo Caminho


 

9. Antes de Partir

 

11. Tão Forte e Tão Perto

12. Gilbert Grape – Aprendiz de Um Sonhador

13. Lembranças

 

—-já vi —

3.COMO ESTRELAS NA TERRA-SOMOS TODOS DIFERENTES (2007)
ASSUNTO: Dislexia

4.DIVERTIDA MENTE (2015)
ASSUNTOS: Emoções, depressão, apatia.

10. O Aluno

3. Intocáveis

2. Histórias Cruzadas

5. UMA MENTE BRILHANTE  (2001)
ASSUNTO: Esquizofrenia

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s